Categorias X Tags qual usar?

Qual a diferença entre tags e categorias?
Sinceramente nunca achei nada técnico que explique uma grande diferença, o que se encontra por aí são convenções, como a maioria acha que deveria ser.

Eu apoio o modelo mais comum e já testei de varias maneiras, e é esse o modelo que irei defender nas próximas linhas é o que se encaixa melhor para suprir um montão de necessidades do blog, usuários e Google.

Categoria é uma coisa, Tag é outra.

Vamos brincar de analogias, contando a historia de João Post e sua vida na escola Blog.

João Post está matriculado na turma A-32 para cursar as matérias de Inglês, Espanhol e Mitologias.

Maria está matriculada na turma A-64 para cursar as matérias de Matemática, Música e Inglês.

Post Categoria Tags
João Post A-32 Inglês, Espanhol, Mitologias
Maria A-64 Matemática, Música, Inglês

Como você pode ver, a única maneira de João se encontrar com Maria é nas aulas de inglês.

Eles nunca farão parte da mesma turma, o único encontro é quando eles estão vendo um assunto em comum e compartilham o mesmo espaço.

Assim deve ser com os seus posts, cada um deles deverá pertencer a uma única categoria, mas podem utilizar dezenas de tags ao mesmo tempo.

Alguém realmente navega usando as tags?

Eu acho que não, em quase dois anos de experiências no CSL, o numero de cliques em tags raramente chegou a 1%.

Pessoalmente acho que quase nunca cliquei em uma tag para encontrar mais assuntos, geralmente escolho procurar diretamente na categoria.

Então posso jogar fora e parar de me preocupar?

Eu não faria isso, mesmo que você escolha não mostrar ao publico eu recomendo que utilize tags nos seus posts.

O principal motivo são os plugins de conteúdo dois deles em especial eu uso bastante e fazem um bom uso das tags:

All-in-One-SEO – que ajuda o seu blog a ganhar posições e visitas nos Buscadores.

Simple-tags – Até agora o melhor plugin que encontrei para exibir posts relacionados. E é justamente por causa das tags que ele encontra os melhores posts.

Em posts futuros pretendo falar mais sobre os dois.

E como ficam as categorias?

As categorias são os assuntos principais do seu blog, não importa se você tem poucos ou muitos assuntos.

O ideal é que sua categoria seja facilmente identificável

“Notícias” é melhor que “Loser Hoje” (todo mundo sabe o que é Notícias)

Também pode abusar das categorias filhas

Noticias>Esportes

Noticias>Moda

O importante é ter conteúdo para as categorias e uma lógica para utilizar elas.

Como o CSL é feito a 5 mãos cada um foi criando na hora de postar, agora começo a encontrar esses problemas, criamos ao todo mais de 40 categorias, algumas com apenas 1 post, e 40 categorias torna totalmente inviável colocar qualquer menu para mostrá-las.

Realizando uma limpeza, percebo que muitas categorias são inúteis ou que os posts podem muito bem fazer parte de outra.

Chegamos ao absurdo de ter 2 categorias “Podcast” e “Podcasting”.

Não é só mudar?

Então você me pergunta não é “só” mudar as categorias e deixar só as que você quer?

Sim, mas já pensou no trabalho? Criar uma estrutura no inicio ou bem pensada conforme vai evoluindo vai poupar muito trabalho no futuro, talvez você não espere tanto conteúdo, eu não esperava e agora tenho que lidar com centenas de alterações.

Outro problema é se você decidir usar os links permanentes com categorias, vai ser uma bagunça mudar tudo.